sábado, 13 de fevereiro de 2010

“Que coisa horrível a felicidade”

“Que coisa horrível a felicidade”

(ouvi esta frase de alguém que talvez acreditasse nela . . .)

Esta frase me soa como charada, como presença de outro tempo.

Gilberto Gil diz:

Quando a gente tá contente
Nem pensar que tá contente
Nem pensar que tá contente a gente quer
Nem pensar a gente quer
A gente quer, a gente quer
A gente quer é viver. . .

Eu digo:

Desejo “desejar viver” pela vida afora. Gostar do caminho, tanto quanto do fim da viagem. Inspirar mesmo com pouca fé e com todo o medo. Ter coragem ou não precisar tanto dela. Desejo apreciar um bom café ou um sabor diferente. Gostar de um novo perfume. Conversar mais com meus amigos e minhas amigas. Rir mais, viajar mais. Ser mais generosa. Ouvir mais João Gilberto. Dançar. Ver o mar e filmes no cinema comendo pipoca. Quero coisas simples este ano e começar a conquistar coisas bem difíceis. E mais que tudo: ter a quem amar, sempre.

(Dedico este post a Jorge Luis Borges. . . quem conhece a sua poesia sabe o motivo)

6 comentários:

bernadete disse...

Oi Rita! Que belezura de blog! Que sinta-se bem em compartilhar seu cotidiano e sua poesia, assim, engrossará o universo dos que pertencem e perdoam. Espero poder segui-la, no blog, na vida acadêmica, na vida feliz... Com amizade, Bernadete

Cristina disse...

Sou contra o fluxo contínuo de pensamentos... Acredito que com as pausas - para um café, uma boa leitura, um passeio inspirador - absolutamente úteis para a 'desobstrução do fluxo mental', a tendência é ele se tornar cada vez mais e mais Trololó !

Estou orgulhosa desta minha amiga professora/aluna da vida

Kennedy disse...

Olá, minha amiguinha.
Adorei seu blog, de muito bom gosto, assim como tudo que vc escuta, ler e faz.
Parabéns !!

Lia Bezerra disse...

Bonito o blog, hein?! rs.
Não preciso falar muita coisa, apenas: ORGULHO DE VOCÊ!

beijos e saudades!

Paula disse...

Embora o blog já tenha recebido elogios demais (inclusive de sua designer) preciso dizer QUE ELE TÁ LINDO, SUA CARA!!! Sofisticado, delicado, simples, enfim, BLOG DE RITA! Te adoro devagar e para sempre...

Socorro França disse...

Realmente, a felicidade é uma coisa horrível!!!

kkkkkkkkkkkkkkkkkk

Tão horrível quanto nosso feliz encontro há alguns anos em minha varanda ao som de vozes e risos fraternos e escandalosamente felizes!!!!