sábado, 27 de março de 2010

POEMAS PARA CRIANÇAS

Escrevo poemas desde que tinha 11 anos de idade. Como todos os primeiros poemas eram toscos... sofríveis, mesmo. Mas segui escrevendo. As vezes a musa me visita e faço coisas sutis como este poema para crianças:
  

A LAGARTINHA


Lara

É uma lagarta pintada

Nascida

Em Pindamonhangaba

Tão distraída

Que Mara e Eulália

Suas irmãs

Gritam de tarde

E, às vezes, de manhã

___ Lara o que você espera sentada?

A lagartinha nem ouve

Fica lá

Espreitando o arco-íris

Sonhando em ser lilás

Rosa ou anis.



LARA, A LAGARTINHA


Lara,

A lagartinha

Não tinha patinhas

Tinha pintas verdes

E não amarelas

A lagartinha

Era diferente

De toda gente

- gente lagarta –

E ela nem ligava

Adorava

As pintas verdinhas

E se arrastar por aí

Feliz

Por ser diferente

E assustar a toda gente

Gente lagarta



Obs:
Dedico este post a minha amiga Lara Macário . . . uma menina para lá de especial que mora no meu coração.

2 comentários:

A Moni. disse...

Lindo e sensível, Rita...
O jogo de imagens, de palavras, remexem os sentidos de tal forma que de repente parece até que conheço a Lara!

Beijos, querida!

Carol Costa Bernardo disse...

Lindo...